domingo, 18 de maio de 2014

Mudanças


As mudanças acontecem até num ato impulsivo.

Tinha os CV impressos encima da secretária. Era a data limite para enviar pelo correio para algo que não queria mas sempre era melhor do que tinha.

A mãe quer sair e eu sei que fica a caminho daquele lugar que sempre ansiei, sempre duvidei conseguir.

Pego nas folhas de papel e saio com elas. Quase sem pensar. Lá, apresento-me e fazem-me perguntas, sem expetativas, na possibilidade de um projeto que se avizinha. Agora não. Só uma semana para experimentar.

Fui. Aproveitei ao máximo. Dei o meu máximo. E no último dia, já com muitos a disfrutar o final de tarde de sexta-feira, chamaram-me. O que queria fazer? Como me sentia?

Com um sorriso largo exprimi o meu extremo agrado, a minha felicidade de somente ali estar. Tinha superado todas as minhas ideias.

Querem que fique. Não para um projeto futuro. Já! 

Exultei, tremi.

Tive que regressar para o lugar onde estou para finalizar o ciclo. Terminar o inacabado, dar tempo para a organização de todos.

Afinal as coisas boas acontecem. 

8 comentários:

  1. Parabéns pelo Wild card no Roland Garros! É desta que te vejo pelo Court Philippe Chatrier, a apanhar as bolas do Wawrinka? Ehehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ando aqui a tentar manter segredo e tu descobres logo?!
      Parece que vamos ser colegas ;)

      Eliminar

Junta-te à conversa!