quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Lugar Cativo



Há pessoas que ocupam lugares nos transportes públicos com os seus sacos.

E ainda fazem cara feia quando se lhes pede para os moverem, colocarem nos compartimentos próprios.

Resta saber se os sacos pagaram bilhete ou têm passe social.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Piu


 Com a  quantidade de ovos que ando a comer qualquer dia transformo-me em galinha.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Super


Tenho a noção que tenho arriscado (demasiado).

Sinto-me destemida como nunca e aventuro-me por caminhos que me podem trazer muitas surpresas.

Protege-me a invencibilidade de super-mulher que me assalta o espírito e assegura-me a felicidade de experimentar.

Perdi a cautela que me caraterizava. Surpreendo-me a aproveitar.
 
Espero que as (eventuais) quedas serão amparadas pela subida. Confio na sorte.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Mar


Perco-me a olhar o mar.

Onde quer que esteja, onde quer que vá.

Acalma-me saber que nos une, como o céu.

Num estado alteroso, ou numa calma maresia.

domingo, 25 de novembro de 2012

Good Morning Sunday



Esta música em modo repeat há quase uma semana é perfeita para hoje, para todos os dias.

Bom dia!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Shanti Shanti


"In India we have a saying: Everything will be alright in the end." So if it’s not alright, it’s not yet the end.

 (em "O Exótico Hotel Marigold", de John Madden)

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Boémio


Há palavras que quer pela sua sonoridade, ou significado, mesmo que oculto pelo inconsciente, me fascinam.

"Boémio" é uma delas.

Também em inglês. Aquele H no meio do bohemian seduz-me.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Imprevisível

 
É assustador como a nossa vida depende de ações de desconhecidos, que sem saberem, inconscientemente, interferem e condicionam o nosso quotidiano.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Perdida mas Pouco

 
Se as pessoas soubessem quantas vezes já me perdi por Lisboa, e que tenho um fantástico sentido de desorientação não me pediam indicações. Devo transmitir alguma sensação de segurança no meu caminho.

O mais engraçado é  encontrar-me para me voltar a perder.

domingo, 18 de novembro de 2012

Ou

 
Num domingo solarengo mas frio vou fazer o que me apetece.

Vou calçar as botas quentinhas e apanhar o comboio. Passear e ver os vendedores de castanhas. Por ruas desconhecidas, perdida na calçada.

Ou ficar em casa e ter como companhia o livro e a manta. E o leite com chocolate porque não tenho chá. E continuar a maratona de filmes pintando as unhas.

Ou nada disso!

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Pormenores


"São os pormenores que nos definem."

Nas ações evidentes. 
Nos gestos escondidos. 
Nos silêncios.
Nas palavras pronunciadas. 
Nas pensadas.
Nas indecisões.
Nas certezas.
Imeadiata ou lentamente.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Enganos


 "Para conhecermos o amor temos primeiro que nos enganar para depois corrigirmos o erro."

Tolstoi in Anna Karenina

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Ai Oreo



Já não comia essas meninas há tanto tempo que já não me lembrava de como sabiam.

Fiquei enjoada com as de cobertura de chocolate branco e desde essa altura que não sentia vontade nenhuma nem de as cheirar.

Com o aparelho e a necessidade (ou não, mais consciência) de molhar as bolachas para as tornar moles, a memória foi buscá-las.

E que parva me senti por as ter deixada tanto tempo na prateleira do supermercado.

Agora voltaram a ser minhas amigas e a irem para casa.

E não, não ligo às "instruções de utilização", não lambo o creme porque só me sabe bem assim.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Bem alto

Para quando apetece mandar tudo ao ar, desistir...


You could walk straight through hell with a smile.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Peito



Levo a peito determinados comentários que podem ser inofensivos.

Tenho que tentar mudar isso e deixar-me de interpretações quando essas podem não existir.

E saber o que sou, sem medo de opiniões.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

domingo, 4 de novembro de 2012

Fama & Proveito


Há quem tenha a fama e não tenha o proveito.

Há quem prefira só ter o proveito se tiver a fama.

Há quem tenha o proveito e ninguém sabe.

E se tiver a fama, mais vale ter o proveito também?

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Lisboa Menina e Moça



E durante este mês serei alfacinha.

Espero ter tempo para aprender muito, passear muito e deambular por ruas desconhecidas tal como gosto.

Tenho a certeza que me irei perder imensas vezes mas sei que me voltarei a encontrar.

Não terei muito tempo para muitas leituras dos vossos cantinhos e este por cá não andará muito atualizado.

De todas as vezes que fui a Lisboa andei sempre a correr. Desta vez vou com tempo. 

Muitas coisas ficarão por fazer mas ficará a razão para voltar.

(Só estaria bem melhor se não te tentasse encontrar, inconscientemente, em cada passo que dou por esta cidade que adoro.)

Apesar do medo e nervoso miudinho de voltar a estar sozinha no desconhecido, sinto que vai correr tudo bem. 

Se virem alguém sorridente a esvoaçar por entre ruelas com ar perdido, é provável que seja eu.

Até já alfacinhas!