segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

É de manhã que começa o dia


Estando a viver na casa da empresa tenho que a dividir dois dias por mês com outros colegas.

Tudo tranquilo porque são poucos dias, não tenho que pagar nada, já nos conhecemos e acaba sempre por haver conversa. 

Há um que é parvo até dizer chega mas tenho que o aturar. Como lhe costumo chamar, é a paciência posta a prova, a minha boa ação mensal.

Agora, pf amiguinho, não me apareças em cuecas verdes logo pela manhã a passeares-te pela casa toda e a mexeres onde não deves enquanto eu preparo a minha tigela de cereais.

Se é uma forma de sedução, esquece porque não me atrais minimamente. O alto e espadaúdo desvaneceu-se logo quando abriste a boca de trapos com a mania que és o melhor da tua aldeia.

Se fazes sem intenção tens que pensar que não estás sozinho e há valores sociais mínimos aceitáveis.

Acabei super envergonhada, com os olhos pregados a um ponto longe da criatura a contar o raio das estrelitas.

E assim começa uma semana normal na vida da S.

5 comentários:

  1. Eles normalmente gostam de se passear pela casa logo de manhã assim, mas giro é ver os nossos namorados, maridos ou companheiros nesses trajes. Oh com aquele assim desajeitado, fora isso nah!

    Uma boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vinda!

      Os nossos mais-que-tudo, tudo ok e até sabe bem agora nesses casos é desagradável.

      Eliminar
  2. Lamento que haja pessoas assim e capazes disso, :(
    Como tu disseste e muito bem: "há valores sociais mínimos aceitáveis" ou devia haver.

    Já falta pouco para Quarta-feira e talvez não aconteça mais este tipo de coisas, :)

    Por alguma razão, tenho orgulho em mim e naquilo que faço, há valores que nunca hei-de abdicar.

    beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar

Junta-te à conversa!