sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Talvez Saiba


Que dias há que na alma me tem posto
um não sei quê, que nasce não sei onde,
vem não sei como, e dói não sei porquê.


Luís Vaz de Camões

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Confesso que não conhecia, ou simplesmente não lhe tinha dado a atenção devida, mas tal como os outros poemas que descubro, fazem imenso sentido num determinado momento.
      A beleza da poesia :)

      Eliminar

Junta-te à conversa!